Site em Português English Site

My Cart (0)

>> >>

Blog 

Publicado em 02 de Outubro de 2018

Principais Tipos de Transportes Brasileiro

Você sabe quais são os principais tipos de transportes brasileiro de cargas? Na postagem de hoje, iremos abordar detalhadamente sobre o transporte rodoviário, ferroviário, aeroviário e hidroviário com base na análise da Confederação Nacional dos Transportes (CNT), Ministério dos Transportes, Ministérios do Anuário e de instituições reguladoras.

RODOVIÁRIO

O rodoviário é o principal transporte utilizado no território nacional se comparado aos demais tipos. Uma boa análise do quanto esse setor têm tido uma proporção, entre 2001 e 2015, a malha rodoviária cresceu aproximadamente 40 mil quilômetros, seja em estradas pavimentadas ou não.

Atualmente, o mercado de trabalho conta com 700 mil profissionais autônomos, 156 mil empresas de transporte de carga regularizadas, 329 cooperativas, além de mais de 1 milhão de veículos trafegando pelas estradas do país. Segundo o Anuário CNT, cerca de 41,6% dos motoristas estão satisfeitos com o pavimento das estradas, porém, apenas 12,5% dos profissionais estão de acordo.

Porém, um fator que deixou evidente a fragilidade do transporte rodoviário foi a crise econômica, principalmente para o Transporte de Cargas. Muito por conta do aumento disparado de frotas e motoristas, devido à expectativa criada após a disponibilidade de crédito oferecidos pelo BNDES. Automaticamente o reflexo acabou sendo no preço dos fretes não cobrindo os custos mínimos.

De acordo com o Plano Nacional de Logística e Transportes do Governo Federal estima-se que são necessários mais de R$ 400 bilhões para sanar os casos de transporte nas rodovias e estradas. Enquanto para o CNT (Confederação Nacional de Transporte), o valor está próximo de R$ 1 bilhão.

FERROVIÁRIO

O ferroviário tem um potencial enorme, mas é pouco explorado, isso porque o Brasil conta com aproximadamente 30 mil quilômetros de malha. Um fator que contribui negativamente para a expansão está diretamente relacionado à falta de integração das malhas ou manutenção, com isso o setor acaba ficando em segundo plano.

De acordo com dados registrados em 2010 pelo IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), o principal problema está justamente na falta de investimento para a construção de novas via. Para ter uma noção, em 2008 o modal rodoviário recebeu cerca de R$ 33 bilhões, enquanto para o ferroviário foi aplicado apenas R$ 4,5 bilhões.

Quem também tem registros interessantes sobre este mercado é o Anuário CNT, apontando que hoje são mais de 100 mil vagões existentes, considerando inclusive as 12 principais concessionárias do país, com cerca de 40 mil funcionários. Estima-se que a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) irá investir R$ 91 bilhões até 2038.

Atualmente, as principais cargas neste setor são para transportar minério de ferro e grãos da agroindústria. Infelizmente, inúmeras mercadorias que normalmente deveria ser transportadas acabam sendo levadas nos caminhões e devido às péssimas situações das estradas, afeta diretamente na entrega e também nas condições das mercadorias.

AEROVIÁRIO

O setor aeroviário é promissor para o brasileiro devido ser a segunda nação do mundo em número de aeroportos. No total, existem 2.465 aeródromos registrados (1.806 privados e 657 públicos), porém somente 65 deles concentram praticamente 98% do tráfego.

Uma das principais dificuldades é com a concentração de voos e horários, em cidades ou capitais mais populosas. Assim, interferindo indiretamente na organização e planejamento, e consequentemente, apenas 20% dos compartimentos dos aviões são utilizados para transporte de cargas, segundo informações da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR).

HIDROVIÁRIO

O setor hidroviário conta com 14 mil quilômetros de extensão e é muito comum no Norte do Brasil. Embora efetue 90% das exportações brasileiras, é o transporte menos explorado, considerando as bacias hidráulicas existentes no país.

Nosso território nacional conta com 37 portos públicos e os principais transporte de cargas costumam ser petróleo, soja, derivados e minério de ferro. O principal porto do país é o de Santos por conta da sua posição estratégica, vide dados do Anuário CNT, onde cerca de 1 bilhão de toneladas são transportadas no Brasil e aproximadamente 100 milhões foram pelo Porto de Santos.

Comentários

+55 34 3814-2719 Ligue e faça uma cotação
Twitter Google + Facebook

Acompanhe-nos

Empresa Transmáquinas

MATRIZ
Rua : Estrada Canavial 100
Cep :38706-316
Patos de Minas -Minas Gerais - Brasil

Email:contato@transmaquinas.com.br
Telefone:+55 (34) 3814-2719


©2013 Grupo Transmáquinas / Política de Privacidade - Padrão de Referência em Guindastes

Desenvolvido por Mazag Marketing Digital