Site em Português English Site

My Cart (0)

>> >>

Blog 

Publicado em 17 de Novembro de 2020

Transporte de Cargas Especiais: Saiba os Cuidados Fundamentais

O mercado de transporte de carga no Brasil é muito amplo e também arriscado. Por isso, é importante que os produtos e materiais transportados cheguem ao destino final sem sofrer nenhum dano. 

Além disso, todo tipo detransporterequer muita atenção e planejamento, porém,  quando se trata de cargas especiais, os requisitos fundamentais são um pouco mais detalhados e precisos. Confira abaixo quais são:

Transportadora

Escolher bem uma transportadora é o primeiro passo para que sua carga seja transportada com segurança, afinal, é ela quem conduzirá a mercadoria até o destino final. Sendo assim, esteja sempre atento à credibilidade, histórico, infraestrutura e benefícios que a mesma oferece. 

 

Muitos produtos requerem algumas adaptações nos veículos para serem conduzidos com segurança, por isso, é necessário verificar se a empresa atende às suas necessidades. 

Embalagem

Existem embalagens adequadas para cada tipo de produto a ser transportado. Um bom exemplo é o vidro, que deve ser muito bem acondicionado com plástico bolha, caixas de papelão, etc. 

Não deixe essa etapa de lado, pois além de proteger o produto, as embalagens também são um instrumento de marketing para a sua marca. 

Rotas

Planejar corretamente a rota é uma estratégia que contribui muito para o sucesso do transporte de cargas especiais. Isso porque, se o caminhão já sair do centro de distribuição com uma rota estudada e estipulada, o tempo de viagem será reduzido, assim como a exposição dos produtos aos riscos de deslocamento. 

Utilizando informações geográficas é possível saber quais são os trechos mais perigosos, com condições precárias, etc. 

Motoristas

Os motoristas certamente são os principais personagens deste trabalho. Ao fazer  um envio é preciso assegurar que o seu produto será transportado por um caminhoneiro bem treinado, responsável e que tenha um bom histórico. 

O Brasil possui muitos profissionais capacitados para essa função, por isso, sempre opte por eles. 

 

Ver mais

Publicado em 06 de Novembro de 2020

Saiba Como Ter Uma Boa Logística de Transporte de Carga

Os desafios para uma boa logística no transporte de carga é grande, mas se for estruturado e planejado irá refletir diretamente como um dos pilares para o sucesso da empresa. 

 

Consequentemente será um atrativo a mais para atingir um lugar de destaque perante a concorrência no mercado atual, independentemente do porte ou segmento do negócio.

 

Cada vez mais os empreendedores necessitam implementar maneiras de superar essas dificuldades, e claro, estratégias eficazes. Isso porque o cenário brasileiro impõe algumas barreiras para as entregas de insumos e produtos, operações de distribuição e armazenagem. 

 

Diante dessas circunstâncias, iremos esclarecer e apresentar soluções para superar as adversidades deste cenário.

 

O que é uma logística de transporte?

 

Em sumo, pode ser definida como o ramo responsável pela definição do modal ideal para transportar a maior quantidade de mercadorias, de maneira mais rápida e com o menor custo benefício, contribuindo de forma direta no relacionamento com os clientes.

 

Sendo assim, o transporte é uma ação estratégica e essencial para favorecer o processo de fidelização por meio de entregas rápidas e seguras. 

Porém, no Brasil, existe uma gama enorme de problemas, por parte das empresas, relacionadas à distribuição de seus insumos e suas mercadorias através das rodovias.

 

Segundo dados do CNT (Confederação Nacional do Transporte), de 2004 à 2017, a malha rodoviária brasileira tem pouco mais 220 mil quilômetros pavimentados, dos 1,6 milhão de quilômetros existentes. 

 

E recebe um fluxo aproximado de 2,4 milhões de transportadores (caminhões: cavalos mecânicos, reboques e semirreboques). 

 

Em meio a esses desafios atuais para o transporte de cargas no Brasil, vamos listar, agora, como essas dificuldades afetam diretamente ou indiretamente na produtividade e na competitividade das empresas.

 

TERCEIRIZAÇÃO DOS SERVIÇOS LOGÍSTICOS

Os benefícios da terceirização dos serviços logísticos simplifica a rotina de tarefas, economiza recursos e aumenta a produtividade. Porém, para ser realmente uma vantagem estratégica é preciso contar com bons fornecedores logísticos, isso está atrelado há uma parceria de qualidade.

 

Por isso, quando for contratar um fornecedor é essencial levar em consideração as recomendações abaixo:

 

-Qual a reputação do fornecedor logístico possui no mercado?

-Como é feito a adaptação dos serviços oferecidos às necessidades da empresa contratante?

-Quais os valores praticados para executar todas as entregas com excelência?

-Quais são as condições e cláusulas do contrato de prestação de serviços?

-Qual o nível de produtividade a partir do momento que o fornecedor mantém o compromisso firmado inicialmente?

GESTÃO DE TRANSPORTADORAS

A gestão de transportadoras têm grande relevância estratégica dentro da logística de transporte. Mesmo assim, algumas empresas cometem erros cruciais e originam prejuízos para o cliente em um aspecto geral, e acabar ficando com uma imagem negativa. 

Por outro lado, além de ter que coordenar com eficiência o trabalho da transportadora contratada é importante saber os padrões de atuação e quais serviços serão prestados. Isso porque vem ocorrendo uma melhoria gradativa das operações de logística. 

As melhores transportadoras também precisam ter consciência de atuarem com flexibilidade e a disposição dos contratantes. Por isso, possuir uma frota moderna e com a manutenção em dia e profissionais capacitados, contribuem para o cumprimento das obrigações legais no transporte de carga no Brasil.

DEFASAGEM DO FRETE

Outro desafio enorme para as empresas é o gerenciamento do frete, levando em consideração, realizar suas entregas de forma segura e ágil, sem comprometer a qualidade. Mas, devido a crise desenfreada da economia brasileira, agravou a defasagem do frete.

Informações divulgadas pela NTC&Logística (Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística), em parceria com a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), em agosto de 2017, a defasagem do frete nas operações de transporte rodoviário de cargas é de 20,89%.

Números como esses acabam afetando toda a cadeia das empresas. Haja visto ser necessário reduzir os custos de produção no limite para tentar equilibrar as perdas observadas com os valores de frete cada vez mais menores da média ideal.

SEGURANÇA DO TRANSPORTE DE CARGAS

Não poderíamos deixar de mencionar esse fator importantíssimo durante o transporte de cargas, a segurança. A falta de segurança se tornou recorrente e um dos maiores problemas enfrentados pelas empresas no Brasil devido a atuação de quadrilhas especializadas. Além de colocar as pessoas em risco, causa danos ao patrimônio.

Por isso, é obrigatório contratar o seguro de cargas. A fim de garantir o ressarcimento, caso também aconteça acidentes automobilísticos ou de más condições de armazenamento durante o transporte.

Além de adotar medidas preventivas, relacionadas às questões essenciais do planejamento de rotas, por exemplo:

-Treinamento e capacitação dos motoristas e demais colaboradores para agir corretamente durante a abordagem dos bandidos.

-Variação de rotas para as entregas, evitando os trechos com maior índice de assaltos e ao máximo o horário noturno.

-Avaliar se é necessário contratar uma escolta armada.

 

Ver mais

Publicado em 22 de Outubro de 2020

Como Ter Eficiência no Transporte de Cargas Pesadas

Transportar cargas pesadas é um grande desafio para a logística, já que exige de cuidados bastante específicos, diferentes das tradicionais. Questões como peso, dimensões e segurança sempre precisam ser levadas em conta no momento do carregamento, para que a bagagem chegue em boas condições no destino final. 

 

Além disso, por se tratar de um carregamento de grande porte, existem algumas leis que precisam ser cumpridas. Mas por meio da gestão adequada, é possível que a transportadora realize o serviço de forma correta. 

 

Confira algumas dicas para transportar cargas pesadas de forma efetiva. 

 

Planejamento

 

Essa é a principal parte para oferecer um bom trabalho a empresa contratante. É recomendado que a análise tenha início no tipo de produto que será transportado, assim fica mais fácil definir a melhor rota para conseguir cumprir com os prazos e segurança dele. 

 

Rotas e legislação

A burocracia enfrentada no momento de transportar cargas pesadas é enorme. É necessário estar regulamentado em diferentes órgãos municipais, estaduais e internacionais. Sem contar as constantes alterações que são aplicadas as leis de transporte. 

 

Sendo assim, é necessário que a transportadora sempre esteja informada sobre as mudanças a fim de evitar imprevistos que atrapalhem o andamento da logística. 

 

Mapeamento

A efetividade das entregas está na rota escolhida, mas para isso é necessário considerar as legislações. Assim que estudadas as possibilidades e escolhida a mais eficiente, é necessário que um mapeamento seja efetuado para que nada saia fora do planejado. 

 

Gerenciamento de risco da operação

o gerenciamento de risco faz com que a empresa esteja preparada para enfrentar eventuais problemas e não se prejudique. Para isso é necessário que a equipe faça um levantamento de possíveis imprevistos que podem enfrentar, como acidentes, greves, roubos e etc. 

 

Seguro de carga

 

O seguro de carga é algo fundamental para esse tipo de serviço, vendo que as ferrovias brasileiras são bastante utilizadas no tráfego de cargas e está cada vez mais perigosas, com grandes índices de assalto. 

 

Por isso, para evitar prejuízos é recomendado que a transportadora invista em um seguro. Assim estará respaldada em situações como essa. 

 

 

Ver mais

Publicado em 07 de Outubro de 2020

Como evitar danos no transporte de cargas pesadas?

O transporte de cargas pesadas requer muita atenção e cuidados profissionais,  uma vez que apenas dessa forma pode-se garantir que a operação seja efetuada com total segurança e sem prejuízos para ambas as partes envolvidas no processo, sendo elas a transportadorae o cliente que a contrata.

Por isso, é importante estar atento à todos os riscos que podem ocorrer durante o transporte de cargas e quais são os principais e mais efetivos métodos para evitar danos durante a operação. Confira!

Quais são os principais riscos?

Amovimentação de cargas pesadas é uma tarefa muito delicada. Ao realizá-la de forma insegura, podem ocorrer inúmeros acidentes e trazer riscos aos produtos e aos profissionais que estão envolvidos no processo.

Sendo assim, uma vez que os riscos podem atingir materiais e aintegridade física de outras pessoas, trata-se de assunto muito sério. Além de que, o nome da empresa também poderá ser afetado, fazendo com que a mesma perca sua credibilidade e, posteriormente, pode vir a falencia por falta de clientes que não confiam no trabalho.

O que fazer para evitar danos no transporte de carga pesada?

Para te ajudar, trouxemos algumas medidas simples, que não possuem a necessidade de grandes investimentos financeiros, mas que certamente fazem muita diferença. Veja: 

Indicadores de impacto

Este instrumento permite verificar se os choques sofridos pela carga possuem um nível suportável, além de identificar o momento exato em que os danos ocorreram. Ele fica diretamente ligado ao produto e faz a captação das batidas ou pancadas que podem acontecer.

Evite espaços vazios

Quanto mais espaço vazio dentro do caminhão, mais chances da carga se movimentar dentro dele e, consequentemente, se colidir com outros produtos. 

Sendo assim, é preferível que toda a carroceria esteja ocupada. Caso não haja produtos o suficiente para isso, opte por lonas, isopor ou sacos de ar.

Use boas embalagens

Pensar nas embalagens que irão acomodar as cargas também é necessário. Elas devem ser flexíveis, resistentes e fáceis de empilhar e manusear.

 

Ver mais

Publicado em 25 de Setembro de 2020

5 desafios do transporte de carga

As estradas brasileiras são um dos principais inimigos do transporte de cargas pesadas. Sua baixa qualidade não vai de encontro com as necessidades logísticas demandadas por um país com dimensões continentais.  

 

Segundo dados da Confederação Nacional do Transporte (CNT), o Brasil possui uma malha ferroviária de  1,7 milhão de quilômetros, mas só 210 mil deles são pavimentados. 

 

Tais dados mostram que as dificuldades enfrentadas pela logística não podem ser resolvidas apenas com a tecnologia. Por isso é sempre importante que a transportadora contratada garanta segurança durante o transporte dos materiais.

 

Existem alguns fatores importantes que influenciam esse tipo de serviço.

Logística

O transporte de cargas pesadas pode envolver diversos fatores. Por isso, fazer com que a carga chegue ao seu destino final pode ser um grande desafio. 

 

Sendo assim, em muitos casos o planejamento precisa ser iniciado antes mesmo da fabricação da carga. Sendo assim é necessário conhecer a fundo as rodovias e trajetos pelos quais a bagagem vai precisar percorrer. 

 

Para isso é necessário que a empresa possua uma equipe que se desloque até o destino final da carga, identificando possíveis empecilhos, mapeando rotas alternativas e suportes necessários.

 

Transporte

A preocupação com o transporte da carga em um todo é essencial para realizar um excelente trabalho. Sendo assim diversas coisas devem ser levadas em consideração, como: acomodação, regularidade da carga e outros. 

 

O produto deve ser fixado ao caminhão cuidadosamente para que nenhum dano seja causado, além disso,  o peso deve ser bem distribuído entre os eixos do veículo. 

 

Segurança

As medidas preventivas sempre são muito importantes no momento de transportar a carga, já que no momento da contratação o cliente deseja que sua mercadoria chegue com a mesma qualidade ao destino final. 

 

Dentre as causas de falhas na segurança no transporte estão: falta de capacitação ou treinamento do motorista, infraestrutura precária das rodovias brasileiras, longas jornadas de trabalho, falha ou falta de roteirização do percurso, excesso de peso da carga, entre outros.

 

Prestação de serviço com excelência

Realizar uma inspeção da carga no estilo check list pode ajudar a conquistar a confiança do cliente e até mesmo ter um controle maior sobre a realização do serviço. 

 

Gerenciamento de riscos

Com o aumento da criminalidade é sempre importante se prevenir para não ter prejuízos na estrada. Por isso, investir em um gerenciamento de riscos pode ser uma boa alternativa para evitar problemas maiores, já que 60% do transporte de cargas brasileiro está concentrado no modal rodoviário. 

 

Ver mais

Publicado em 09 de Setembro de 2020

Logística no transporte de cargas super pesadas

O aumento na construção de grandes projetos da engenharia está impulsionando o setor de transporte de cargas super pesadas, com isso, é necessário que a logística de entrega reforce alguns cuidados na hora de carregar os produtos,sem exceder as leis estabelecidas. 

Transporte da carga

Fazer com que a mercadoria chegue ao destino final em um curto período de tempo, pode ser um fator importante no momento do cliente estabelecer a compra, tornando a gestão de transporte na logística essencial para satisfazer as expectativas do consumidor. 

Ao estabelecer o arranjo do trajeto até o destino final, é importante entender todas as exigências solicitadas para a locomoção das cargas fora de padrão, que excede as dimensões de um contêiner, ou de um caminhão ou carreta convencional.

Dimensões e pesos máximos permitidos

Para o Art. 101 do Código de Trânsito Brasileiro – CTB, carga indivisível é aquela que, para fins de transporte, resulta em excessos tanto às dimensões regulamentares dos veículos (largura, comprimento e altura) quanto aos pesos máximos permitidos.

Conhecidos os pesos e dimensões máximas permitidas, o primeiro passo é conhecer o máximo possível sobre a carga a ser transportada: proprietário, natureza, geometria, peso, dimensões, origem e destino.

Com essas informações em mãos é possível pré-dimensionar o veículo, traçar algumas rotas alternativas, identificar os órgãos com jurisdição sobre as vias e rodovias do percurso, levantar a legislação e certificar-se dos requisitos necessários para a realização do transporte, assim como estimar prazos e custos com taxas e tarifas.

Tipo de veículo 

O tipo de veículo escolhido para fazer o transporte dascargas super pesadas também precisa estar dentro dos requisitos impostos pela lei, assim, é possível com que a segurança seja garantida durante o trajeto. 

Nesse sentido, o dimensionamento, especificação, ou escolha do(s) veículo(s) deve levar em conta:

  • Peso e dimensões da carga;

  • Centro de Gravidade da carga;

  • Resistência estrutural da carga

  • Desenho da carga

  • Tipo de veículo;

  • Dimensões (largura, comprimento e altura) da plataforma de carga

  • Tipo de eixo;

  • Distância entre eixos;

  • Tipo e dimensões dos pneus

  • Tipo de suspensão;

  • Pesos permitidos por eixo;

  • Tara do(s) veículo(s);

  • Capacidade técnica do(s) veículo(s);

  • Motorização dos veículos de tração

  • CMT do Caminhão Trator

O planejamento é a melhor saída para prevenção de acidentes ou ocorrências geradas pelo tipo de carga. Desta forma, empresas de engenharia de riscos ou mesmo consultores de prevenção de perdas podem auxiliar no planejamento das viagens, sejam terrestres ou marítimas. 

Desde a escolha do modal correto, responsável não só pela segurança do transporte, mas também pela agilidade da entrega, a logística de transportes sempre deve ser vista como fonte de geração de valor para a empresa, já que está ligada a satisfação do cliente. 

 

Ver mais

Publicado em 25 de Agosto de 2020

Confira o Regulamento Para Transporte de Carga

O transporte de cargas é um serviço indicado para empresas ou organizações que precisam de um equipamento extremamente seguro e eficiente para fazer a movimentação de determinado produto de uma forma mais rápida e prática.Porém, existem alguns regulamentos que precisam ser respeitados.

Regulamento Para Transporte de Carga

Em 5 de Junho de 2001 foi instituída a lei 10.233 que tinha como objetivo trazer uma reestruturação ao transporte especial que era regulamentado pelo governo federal.

A partir dessa regra, em seu artigo 22 inciso VII, foi determinado que à ANTT é o órgão responsável por normatizar o transporte especial de cargas e produtos tanto em rodovias quanto em ferrovias.

Todo o regulamento feito no Brasil tem como base o que foi emitido e  recomendado pelo Comitê de Peritos em Transporte de Produtos Perigosos nas Nações Unidas.

Esse órgão mundial tem o cuidado de estar atento a tudo o que se passa nessa área, pois de maneira periódica, sempre publica atualizações no Regulamento Modelo que também é chamado de “Orange Book” assim como o Acordo Europeu.

Regras e procedimentos

Como representa risco à saúde das pessoas, a segurança pública e ao meio ambiente, o transporte de produtos perigosos por via pública deve atender as regras e aos procedimentos que estão descritos na resolução 3.665/11 e as alterações da ANTT e, ainda, seguir o que consta na resolução 420/04 do mesmo órgão.

Os dois documentos trazem exigências específicas que se aplicam ao transporte dessa modalidade de produtos e neles são estabelecidos como deve ser não só o produto, como a marcação e rotulagem das embalagens, a sinalização que os veículos usados para o transporte devem ter assim também como toda a documentação necessária.

Ver mais

Publicado em 13 de Agosto de 2020

Características do Transporte Rodoviário no Brasil

O transporte rodoviário é o mais comum e utilizado no Brasil pelas empresas, isso porque, essa opção oferece  diversas possibilidades de criar rotas flexíveis e viabilidade para diversos tipos de cargas, desde grãos até itens de alto valor, agregado com prazos curtos de entrega e preços competitivos.

CARACTERÍSTICAS

O transporte rodoviário é efetuado em estradas, rodovias e ruas. Casualmente, este modal é responsável pela movimentação de mercadorias, matérias-primas, animais, pessoas e muitos outros. 

Os tipos de transporte utilizados são diversos, como: caminhões, carros e ônibus.

TIPO DE TRANSPORTE

O aspecto essencial para o comércio é uma logística assertiva, dessa forma, os meios de transporte de cargas devem ser escolhidos com cautela pelos comerciantes ou responsáveis pela transportação da mercadoria.  

Para isso, existem inúmeras características determinando o transporte mais adequado para situações específicas, como: o tipo de carga, os custos, as características do trajeto, a agilidade e a segurança. 

Cada especificação se torna relevante durante a escolha do veículo, por exemplo, fatores ambientais, sociais e burocráticos.

Além das facilidades citadas acima, é possível considerar outras vantagens. Mas, também devemos nos atentar para analisar as prováveis desvantagens, comprometendo a eficiência e a obtenção de resultados ainda mais satisfatórios. Abaixo, veremos quais são os pontos fortes e os fracos:

 VANTAGENS

  • Acessibilidade: possibilidade de chegar a diversos lugares, mesmo os mais afastados;

  • Facilidade e Agilidade: para contratar o serviço;

  • Pouca Burocracia: para emitir a documentação necessária;

  • Comparação: em relação a outros modais, o rodoviário é o que mais recebe investimentos do Governo.

 DESVANTAGENS

  • Frete: custo elevado, em decorrência do preço do combustível e do pagamento de pedágios;

  • Carga: capacidade limitada;

  • Risco: de acidentes, furtos e roubos nas estradas, por exemplo.

TRANSPORTE RODOVIÁRIO NO MUNDO

O transporte rodoviário é o mais utilizado em diversos países do mundo. Na Europa é comum o uso combinado de transporte, onde em determinados trechos do percurso os caminhões são transportados sobre vagões de trens.

No entanto, acredito que nem todos saibam os tipos de transporte de cargas existentes e acabam enfrentando algumas dificuldades ao definirem o mais adequado às suas necessidades. 

Como aprimorar conhecimentos é importante, vamos apresentar uma lista dos tipos de transporte utilizados atualmente. Confira:

  • Transporte de Carga Geral; 

  • Transporte de Encomendas; 

  • Transporte de Mudanças; 

  • Transporte de Cargas Perigosas; 

  • Transporte de Cargas Frigoríficas; 

  • Transporte de Grande Porte; 

  • Transporte de Produtos Farmacêuticos; 

  • Transporte de Carga Completa e 

  • Transporte de Cargas Fracionadas.

Ver mais

Publicado em 03 de Agosto de 2020

Tipos e Funcionalidades do Transporte de Cargas

Quando se fala sobre transporte de máquinas, diversos veículos podem surgir como opção, principalmente hoje em dia. Porém, é possível observar diferenças e vantagens exclusivas de cada um deles, que contribuem para um processo mais ágil e prático.

Tudo sobre o transporte de máquinas

Quem pode solicitar?

O transporte de máquinas é um serviço indicado para empresas ou organizações que precisam de um equipamento extremamente seguro e eficiente para fazer a movimentação de determinada carga de uma forma mais rápida e prática.

O que é preciso?

Em qualquer que seja o tipo de transporte de máquinas, é indispensável desenvolver todo um planejamento estratégico acerca da operação a ser realizada, onde são levados em conta todos os aspectos que a envolvem, como por exemplo, a segurança das vias, a escolta, a sinalização, o horário que deve circular, etc.

Quais são os melhores equipamentos?

Atualmente existem várias formas de se realizar um transporte de máquinas. Para escolher o equipamento mais adequado é ideal que uma análise prévia seja feita sobre as  funcionalidades e diferenças de cada um dos tipos de transporte de carga.

Além disso, o equipamento a ser escolhido pode variar de acordo com o tamanho da máquina a ser transportada e o seu formato. Por isso a importância do plano estratégico que citamos acima, pois é ele que determinará toda a logística do processo.

Os principais tipos de transporte de máquinas

A seguir você confere uma pequena lista com alguns dos principais tipos de transporte de máquinas em rodovias.

Caminhão guindaste articulado

Este veículo é utilizado comumente no transporte de máquinas de grande porte, além de proporcionar mais segurança e precisão durante a movimentação da carga, ele possui uma carroceria que, aliada a uma lança articulada, o torna o único tipo de transporte de cargas que requer distância, peso e altura.

Guindastes

Os guindastes também se encontram na lista dos equipamentos de movimentação mais utilizados no transporte de máquinas. Sua principal característica é a capacidade de fazer a locomoção da carga de uma forma muito precisa e eficiente.

Este veículo é responsável por erguer, movimentar e transportar as máquinas de um local ao outro, sendo mais indicado para as empresas que querem fazer o processo em pouco tempo, mas de maneira segura.

Guindastes articulados

Assim como os guindastes mais comuns, esse equipamento é utilizado para o transporte e movimentação de cargas no geral, mas é indicado principalmente para empresas que desejam um serviço de carregamento e descarregamento em um local de difícil acesso.

 

Ver mais

Publicado em 15 de Julho de 2020

Transporte de Carga: Saiba a Diferença Entre Multimodal e Intermodal

Como em qualquer segmento, o transporte de carga possui diversas modalidades, tipos de contratos diferentes e processos a serem aprimorados de acordo com necessidade do cliente ou mudança de rumo no qual o país enfrenta.

Com isso, é levantado diversas dúvidas sobre determinados serviços que parecem oferecer o mesmo benefício, porém com nomes diferentes.

E no ramo de transporte não é diferente, muitos se perguntam qual a diferença entre o transporte multimodal e intermodal.

Com a crise que afeta o setor de logística no Brasil nos últimos anos, as empresas desse âmbito focam-se progressivamente em atender seus clientes da melhor forma, a fim de cumprir suas obrigações de prazo de entrega com qualidade, segurança e o menor custo possível para conseguir ampliar seu mercado.

Uma das opções utilizadas para esse objetivo são os transportes multimodais e intermodais, os dois utilizam diversas modalidades de transporte, sejam eles rodoviários, aquaviários ou aéreos durante as operações de transporte.

Qual a diferença entre as duas modalidade?

Como vimos acima as duas modalidades utilizam mais de 2 modais na operação de transporte de bens, porém o transporte multimodal é todo elaborado e emitido pelo OTM (Operador de Transporte Multimodal), onde o mesmo assume total responsabilidade pela carga do começo ao fim do trajeto, mesmo na troca de modais, ou seja, esse agente organiza e acompanha de perto toda a operação conforme contrato firmado com o cliente.

É aqui que entra a diferença entre transporte intermodal, nesta modalidade em cada mudança de modal no trajeto, um contrato diferente entra em vigor para acompanhar a mercadoria, porém o modo de tração e a acomodação continuam da mesma forma.

O transporte multimodal pode ser mais vantajoso

Optar pelo transporte multimodal pode ser mais vantajoso por conta da burocracia ser menor e a sua preocupação com a carga ser mínima, vale lembrar que o OTM tem habilitação e registro prévio da ANTT

Essa operação requer também o registro do CTMC (Conhecimento de Transporte Multimodal de Cargas), documento válido não apenas como contrato, mas como documento fiscal do transporte.

As duas modalidades surgiram por conta de uma carência grande do mercado, pois as rotas pelo Brasil apresentam diversas dificuldades como malha ferroviária limitada, estradas com trânsito intenso e portos pequenos.

Ver mais
+55 34 3814-2719 Ligue e faça uma cotação
Twitter Google + Facebook

Acompanhe-nos

Empresa Transmáquinas

MATRIZ
Rua : Estrada Canavial 100
Cep :38706-316
Patos de Minas -Minas Gerais - Brasil

Email:[email protected]
Telefone:+55 (34) 3814-2719


©2013 Grupo Transmáquinas / Política de Privacidade - Padrão de Referência em Guindastes

Desenvolvido por Mazag Marketing Digital