Site em Português English Site

My Cart (0)

>> >>

Blog 

Publicado em 12 de Junho de 2018

Características do Transporte Rodoviário no Brasil

Na publicação de hoje vamos apresentar as principais características, vantagens e desvantagens do transporte rodoviário no Brasil, o mais comum e mais utilizado no país pelas empresas devido às inúmeras possibilidades de criar rotas flexíveis e viabilidade para diversos tipos de cargas, desde grãos até itens de alto valor, agregado com prazos razoáveis e preços competitivos.

 

CARACTERÍSTICAS

O transporte rodoviário é efetuado em estradas, rodovias e ruas, podendo ser pavimentadas ou não, e casualmente, movimentando mercadorias, matérias-primas, animais, pessoas e muitos outros. Os tipos de transporte utilizados são os veículos automotores, como: caminhões, carros e ônibus.

Para este artigo vamos abordar o modal de carga, predominante com veículos

rodoviários denominados caminhões e carretas, levando em consideração que ambos podem ter características especiais e diferentes.

O aspecto essencial para o comércio é uma logística assertiva, dessa forma, os meios de transporte de cargas devem ser escolhidos com cautela pelos comerciantes ou responsáveis pela transportação da mercadoria.  

Para isso, existem inúmeras características determinando o transporte mais adequado para situações específicas, como: o tipo de carga, os custos, as características do trajeto, a agilidade e a segurança. Cada especificação se torna relevante durante a escolha do veículo, por exemplo, fatores ambientais, sociais e burocráticos.

Além das facilidades citadas acima, é possível considerar outras vantagens. Mas, também devemos se atentar para analisar as prováveis desvantagens, comprometendo a eficiência e a obtenção de resultados ainda mais satisfatórios. Abaixo, veremos quais são os pontos fortes e os fracos:

 

VANTAGENS

  • Acessibilidade: possibilidade de chegar a diversos lugares, mesmo os mais afastados;

  • Facilidade e Agilidade: para contratar o serviço;

  • Pouca Burocracia: para emitir a documentação necessária;

  • Comparação: em relação a outros modais, o rodoviário é o que mais recebe investimentos do Governo.

 

DESVANTAGENS

  • Frete: custo elevado, em decorrência do preço do combustível e do pagamento de pedágios;

  • Carga: capacidade limitada;

  • Risco: de acidentes, furtos e roubos nas estradas, por exemplo.

 

VOCÊ SABIA?

O transporte rodoviário é o mais utilizado em diversos países do mundo. Na Europa é comum o uso combinado de transporte, onde em determinados trechos do percurso os caminhões são transportados sobre vagões de trens.

No entanto, acredito que nem todos saibam os tipos de transporte de cargas existentes e acabam enfrentando algumas dificuldades ao definirem o mais adequado às suas necessidades. Como aprimorar conhecimentos é importante, vamos apresentar uma lista dos tipos de transporte utilizados atualmente e, em um artigo futuro, iremos abordar os detalhes de cada um. Confira:

  • Transporte de Carga Geral; Transporte de Encomendas; Transporte de Mudanças; Transporte de Cargas Perigosas; Transporte de Cargas Frigoríficas; Transporte de Grande Porte; Transporte de Produtos Farmacêuticos; Transporte de Carga Completa e Transporte de Cargas Fracionadas.

Ver mais

Publicado em 05 de Junho de 2018

O POTENCIAL EÓLICO BRASILEIRO

Você sabe o que é potencial eólico? É a produção de energia gerada pelo vento, por meio de aerogeradores, em formato de catavento e posicionadas em locais abertos. O movimento destas turbinas automaticamente produz energia elétrica. Para um leigo, talvez não seja fácil mensurar tamanha importância deste mecanismo para uma população. E hoje, vamos abordar neste artigo o potencial eólico brasileiro.

Na atualidade, apenas 2% da energia gerada no mundo origina-se deste tipo de fonte. Mas, o potencial para exploração tende a aumentar, pois a capacidade eólica mundial é de cerca de 400 GW (Gigawatts). Para se ter um parâmetro, o país que mais produz é a China, aproximadamente 150 mil megawatts por ano, enquanto o Brasil, está próximo dos 10 mil megawatts.

Em meados de 2012, os brasileiros ocupavam o 15º lugar em produção mundial, atualmente, encontram-se na 8º colocação. Segundo a ABEEólica (Associação Brasileira de Energia Eólica), em fevereiro de 2018, confirmou que o Brasil possui capacidade instalada de geração de 13 gigawatts, sendo um total de 518 parques eólicos.

A fonte informa que em média, 18 milhões de residências são abastecidas mensalmente, essa energia produzida é capaz de abastecer cerca de 10% do país ou 60% da região nordeste. E não para por aí, está em construção 252 parques eólicos, aumentando em mais 4,8 GWs de potência, para serem entregues até 2023, levando o setor para próximo da marca de 18 GW.

As torres de catavento estão distribuídas ao longo do território nacional, nos estados do Ceará, Pernambuco, Bahia, São Paulo e Santa Catarina. As melhores regiões do país para futuras instalações de parques eólicos são encontradas no litoral.

Confira abaixo os principais parques eólicos em funcionamento no Brasil:

  • Complexo Eólico Alto Sertão I  

Inaugurado em junho de 2012, o complexo pertence a empresa Renova Energia e teve o investimento de 1,2 bilhão de reais. Localizado no semiárido baiano, é o maior parque gerador de energia eólica do Brasil e também da América Latina. As 184 torres geram 294 megawatts de energia (cerca de 30% de toda energia eólica gerada no Brasil).

  •  Parque Eólico de Osório

Encontra-se no município gaúcho de Osório, é o segundo maior centro de geração de energia eólica no Brasil (em 2011). Possui a capacidade instalada de 150 megawatts.

  •  Usina de Energia Eólica de Praia Formosa

Localizada na cidade de Camocim, Ceará, possui a capacidade instalada de 104 megawatts.

  • Parque Eólico Alegria

Situada na cidade de Guamaré, Rio Grande do Norte, possui a capacidade instalada de 51 megawatts.

  •  Parque Eólico Delta do Parnaíba - CGE Delta 1 (Piauí)

Possui capacidade instalada de 70 megawatts.

  •  Parque Eólico do Rio de Fogo

Na cidade de Rio do Fogo, em Rio Grande do Norte, possui capacidade instalada de 41 megawatts.

  •  Parque Eólico Eco Energy

Localizada na cidade de Beberibe, Ceará, possui capacidade instalada de 25 megawatts.

  •  Complexo Eólico Ventos de Santa Joana

Instalado no estado do Piauí e possui capacidade de geração de 439 MW.

Curiosidade

No dia 15 de junho é comemorado o Dia Mundial do Vento e também o Dia Internacional da Energia Eólica e, caso o Brasil confirme essa expansão nos próximos anos irá superar Itaipu, a maior hidrelétrica binacional do país, sem considerar os novos leilões que estão por vir. 

Ver mais

Publicado em 24 de Maio de 2018

Planejamento e Qualidade: recomendações para uma boa locação de guindastes

Quando o assunto é movimentação de cargas pesadas, a locação de guindastes é uma das mais viáveis alternativas, afinal, basta contratar uma empresa que atenda todas as normas de elevação e movimentação com base nas leis vigentes.

O processo de locação deve ser feito corretamente e de acordo com um Plano de Rigging, afinal, um único erro pode comprometer a obra, ou, em casos mais graves, causar um prejuízo ou morte de alguém. Por isso, no post de hoje você confere quais são as recomendações para uma boa locação de guindastes.

 

O que é um Plano de Rigging?

Este documento viabiliza toda a movimentação e elevação de cargas pesadas em ambientes diferenciados. Nele, encontra-se todo o planejamento detalhado onde é definido como será feito todo o processo, incluindo o estudo dos riscos, qualidade do solo, direções do vento, etc.

Para a criação deste plano, é indispensável uma equipe de profissionais completamente capacitados, habilitados e experientes, sendo eles engenheiros e riggers (profissional especializado no transporte de cargas). Através dos conhecimentos técnicos desses profissionais, é possível realizar um plano adequado para cada situação.

 

Testes

Na fase de testes, é feita uma avaliação precisa de como encontra-se o solo onde será feito o serviço e, também são coletadas todas as informações necessárias que podem ajudar os profissionais que estão envolvidos no processo.

 

Escolha do modelo de guindaste

Feito os passos acima, chegou a hora de escolher o modelo que mais se adequa a situação. Existem modelos específicos para terrenos planos, acidentados, içamento de cargas pesadas, muito pesadas, medianas, etc.

 

Avalie a empresa e o equipamento

Sem dúvida alguma esse é um dos passos mais importantes, pois chegou a hora de escolher a empresa de locação. Não deixe de investigar seu histórico de serviços, as recomendações e, principalmente, a qualidade dos equipamentos.

Todo equipamento deve conter uma planilha de manutenções, onde é discriminado quais foram as manutenções feitas e a situação das peças. Além disso, o mesmo deve estar de acordo com as normas e leis vigentes.

Prontinho, agora só fazer a escolha correta e dar início a sua obra. Lembre-se que o Grupo Transmáquinas é referência quando o assunto é locação de equipamentos de elevação. Possuímos diversos especialistas e modelos de equipamentos que se adequam para cada tipo de situação.

 

Entre em contato conosco agora mesmo.

 

Ver mais

Publicado em 17 de Maio de 2018

A importância do sinalizador em uma elevação de carga

A elevação de cargas é um processo perigoso, quando mal planejado e executado, afinal, envolve pessoas, equipamentos e claro, cargas. Para evitar possíveis transtornos, existe o sinalizador, que nada mais é do que um profissional experiente em movimentação de cargas e tem como responsabilidade sinalizar todo o plano do processo por meio de alguns sinais.

A utilização dos sinais é mundialmente conhecida, e é padronizada de acordo com a NBR 11436-1988, o que evita duplo entendimento. Tais sinais podem ser interpretados pelo operador do equipamento, muito mais rápido do que uma sílaba emitida pelo sinaleiro.

Esse tipo de atividade é indispensável onde possa haver fontes de ruídos ou em locais que não possa ser utilizado os rádios de comunicação. Mas, a fim de evitar acidentes, é necessário ter certeza de que a sinalização utilizada pelo movimentador é a mesma que o operador entende.

Além disso, tanto o operador quanto o sinalizador devem estar habilitados e treinados para executar tais ações, recomenda-se também uma reciclagem periódica a fim de evitar vícios e execuções incorretas.

A função deste profissional depende dos conhecimentos que foram obtidos em campo, como por exemplo:

  • Onde a carga a ser içada irá ficar;
  • O que pode acontecer com a carga se ela for posicionada em tal posição;
  • Os efeitos que podem vir a apresentar no equipamento após solicitado uma nova configuração;
  • As ações a serem tomadas em caso de emergência;
  •  

Somente por meio de todos esses conhecimentos é possível garantir uma movimentação totalmente segura e íntegra do equipamento.

Está precisando de um plano e uma equipe para realizar uma movimentação de cargas totalmente segura?

 Lembre-se que a Transmáquinas conta com diversos especialistas no assunto, entre em contato agora mesmo!

 

 

Ver mais

Publicado em 17 de Abril de 2018

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA O TRANSPORTE DE MÁQUINAS PESADAS

O Brasil é um dos países mais burocráticos do mundo para enviar mercadorias devido uma série de documentos para cobrança de impostos, seja por Correios ou transportadora, o que muitos não sabem são as diferenças, principalmente relacionado ao transporte de cargas. Um ótimo planejamento se torna um fator extremamente importante para providenciar toda documentação fiscal necessária e realizar um transporte seguro e dentro dos padrões brasileiros.

Não é só de responsabilidade do emitente realizar os trâmites necessários para uma entrega segura, vale ressaltar a obrigação da transportadora em também cumprir sua parte para tudo ocorrer dentro da legislação. Afinal, ninguém deseja ter um produto emperrado ou até mesmo perder durante o seu transporte. Abaixo estaremos detalhando e explicando cada etapa.

REMETENTE

Nota Fiscal Eletrônica ou NF-e: é obrigatória não só em casa de transporte, mas sim, para toda compra e venda de produtos, funcionando até mesmo para prestação de serviços. Sua emissão e envio é pela internet. No total, são quatro tipos de notas existentes:

Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica ou DANFE: Devido a Nota Fiscal Eletrônica ser online, se faz necessário a emissão de uma nota fiscal física, por isso, a necessidade do Danfe. Ela serve como comprovante de nota fiscal da carga e, também, o recebimento do produto pelo destinatário.

TRANSPORTADORA

Conhecimento de Transporte Eletrônico ou CT-e: Esse documento representa uma nota fiscal de prestação de transporte de carga, sendo considerado um dos mais cruciais para o transporte. É de suma importância considerar cada dado específico da mercadoria na nota fiscal para transportar dentro das obrigações impostas pela legislação, tais como: dimensões, quantidade, peso, tipo de produto e qualquer particularidade comprovando a carga transportada está lançada na nota fiscal.

Documento Auxiliar do Conhecimento de Transporte Eletrônico ou DACTE: Documento impresso e serve como comprovante do seu produto estar sendo transportado de acordo com a legislação.

Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais ou MDF-e: É válido para todo território nacional e é responsável por correlacionar as informações dos documentos anteriores, em relação a carga a ser transportada. A emissão deve ser realizada realizada eletronicamente pelas empresas prestadoras de serviços de transporte e arquivada automaticamente, logo após do CT-e (Conhecimento de Transporte Eletrônico).

Para maiores informações sobre o Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais, consulte pelo site da SEFAZ-SP.

Documento Auxiliar do Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais ou DAMDFE: É um documento impresso e serve para rastrear o produto transportado em caso de possíveis fiscalizações.

Procurando locação de munck, transporte de máquinas pesadas e transporte de cargas especiais? Entre em contato com o grupo Transmáquinas. http://grupotransmaquinas.com.br/

 

Ver mais

Publicado em 09 de Abril de 2018

Você sabe qual é o maior guindaste do mundo?

Os guindastes são equipamentos essenciais quando é necessário movimentar
equipamentos ou materiais de grande porte e peso. Mas você sabe qual é o
maior guindaste do mundo? É o Liebherr LTM 11200-9, que além de ser o
maior, também conta com a maior lança telescópica do planeta, dotada de 8
elementos e estendida de forma automática com travas por pino, sendo capaz
de operar até 195m de altura.


A Liebhher é uma empresa alemã que foi fundada em 1949, e hoje se encontra
entre as mais tradicionais e as melhoras produtoras de máquinas e
equipamentos para construção.


O Liebherr LTM 11200-9 foi lançado em 2007 e ele pode levantar até 106
toneladas de carga a 80 metros de altura. Mas, sua capacidade de carga
máxima é de 1200 toneladas a uma distância de até 2,5 metros a partir do eixo
de rotação.


A Transmáquinas só trabalha com equipamentos de elevação da mais alta
qualidade e que ofereçam eficiência sem igual. Por isso temos inúmeros
guindastes e equipamentos da Liebherr, que possuem alto desempenho.
Legal, né?

Continue acompanhando o nosso blog e fique por dentro das
novidades do mundo dos guindastes e equipamentos de elevação.

Ver mais

Publicado em 30 de Janeiro de 2018

Saiba a Diferença entre o Transporte Multimodal e Intermodal

Como em qualquer segmento, existem diversas modalidades, tipos de contratos diferentes e processos a serem aprimorados de acordo com necessidade do cliente ou mudança de rumo no qual o país enfrenta.

Com isso, é levantado diversas dúvidas sobre determinados serviços que parecem oferecer o mesmo benefício, porém com nomes diferentes.

E no ramo de transporte não é diferente, muitos se perguntam qual a diferença entre o transporte multimodal e intermodal.

Com a crise que afeta o setor de logística no Brasil nos últimos anos, as empresas desse âmbito focam-se progressivamente em atender seus clientes da melhor forma, afím de cumprir suas obrigações de prazo de entrega com qualidade, segurança e o menor custo possível para conseguir ampliar seu mercado em meio a crise.

Uma das opções utilizadas para esse objetivo são os transportes Multimodais e Intermodais, os dois utilizam diversas modalidades de transporte, sejam eles rodoviários, aquaviários ou aéreos durantes a operação de transporte.

Mas qual a diferença entre as duas modalidade?

Como vimos acima as duas modalidades utilizam mais de 2 modais na operação de tranporte de bens, porém o transporte multimodal é todo elaborado e emitido pelo OTM(Operador de Transporte Multimodal), onde o mesmo assume total responsabilidade pela carga do começo ao fim do trajeto, mesmo na troca de modais, ou seja, esse agente organiza e acompanha de perto toda a operação conforme contrato firmado com o cliente.

É aqui que entra a diferença entre transporte intermodal, nesta modalidade em cada mudança de modal no trajeto, um contrato diferente entra em vigor para acompanhar a mercadoria, porém o modo de tração e a acomodação continuam da mesma forma.

O transporte multimodal pode ser mais vantajoso.

Optar pelo transporte multimodal pode ser mais vantajoso por conta da burocacia ser menor e a sua preocupação com a carga ser mínima, vale lembra que o OTM "têm habilitação e registro prévio da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), e essa operação requer também o registro do CTMC (Conhecimento de Transporte Multimodal de Cargas), documento válido não apenas como contrato, mas como documento fiscal do transporte."

As duas modalidades surgiram por conta de um carência grande do mercado, pois as rotas pelo Brasil apresentam diversas dificuldades como malha ferrovíaria limitada, estradas com trânsito intenso e portos pequenos.

E se caso você ainda tenha dúvidas sobre essas modalidades, deixei um comentário!

Obrigado pela leitura!

Ver mais

Publicado em 16 de Janeiro de 2018

A ART é ou não é necessária em um plano de rigging?

Antigamente o Brasil não tinha nenhuma legislação sobre ser ou não ser necessário a ART em um plano de rigging, muito menos sobre a profissão responsável, o Rigger.

O que havia era um item especifico na NR 18 citando a obrigatoriedade de um plano de movimentação de carga que envolvia guindastes móveis, gruas e guinchos. Porém se analisassemos as caracteristicas, os guindastes móveis sobre rodas eram diferentes e não se enquadravam do ponto de vista dessa norma regulamentadora.

Porém nos últimos anos a NR12 item (12.138) e a Lei nº 6.496/1977 nomearam a profissão Rigger como responsável pela elaboração de planejamento do plano de rigging e passou a ser orbrigatório a ART na execução deste serviço.

Está precisando de Plano de Rigging?

Ser estiver precisando de um rigger o Grupo Transmáquinas conta diversos especialista no assunto, entre em contato agora mesmo!

 

Ver mais

Publicado em 21 de Dezembro de 2017

Diferenças entre Munck e Guindaste. Qual é o ideal para sua obra?

Algumas pessoas acreditam que Guindastes e Muncks são a mesma coisa. Já outras, até sabem que eles são diferentes, mas acham que ambos têm a mesma função. Será? No post a seguir você confere quais são as  diferenças entre Munck e Guindastes, assim, poderá escolher qual pode atender as necessidades de sua obra. 

Antes de mais nada, vamos definir o que é cada um deles e quais são as suas principais características:



Guindaste

Esse equipamento é usado para movimentar, elevar e descer materiais muito pesados, que oferece mecanismos capazes de movimentar cargas que vão além da capacidade humana. Sua construção baseia-se praticamente em uma torre equipada com cabos e roldanas. 


Na construção civil, os guindastes são muito utilizados como estruturas temporárias que são fixadas ao solo ou montadas em um veículo feito especialmente para tal prática. Já na indústria os guindastes são suspensos em trilhos elevados.

Munck

Conhecido também como Guindauto, o Caminhão Muck ou apenas Munck nada mais é do que um caminhão truck que conta com um braço articulado com gancho e um sistema hidráulico, que incialmente apenas fazia a carga e descarga do próprio caminhão, mas graças a evolução da tecnologia hoje permite a movimentação de grandes estruturas e equipamentos altamente sofisticados, sendo assim, seu manuseio deve ser seguro, confiável e feito por uma pessoa extremamente competente. 

Atualmente o uso do Munck é muito amplo e vai desde o uso florestal até o içamento de grandes volumes, mas o uso mais comum é na movimentação, carga e descarga de contêineres, além do suporte na montagem de estruturas metálicas e de concreto e a movimentação de maquinário pesado.

Agora que você já sabe a diferença entre eles pode escolher qual melhor se encaixa em seus projetos, planos ou obra. Lembrando que: quando o assunto é transporte de cargas a Transmáquinas é referência em qualidade em prestação de serviços. Fale conosco.

Ver mais

Publicado em 09 de Novembro de 2017

Somos certificados ISO 9001: entenda a importância

Atualmente, as empresas que focam em seu crescimento pensam em formas de melhorarem seus processos internos e trabalhar com uma política de gestão de qualidade. Qualidade que não está apenas e diretamente relacionada ao oferecimento de produtos finais superiores ao concorrente, mas sim, ao desenvolvimento de processos mais econômicos, eficientes e capazes de fazer com que a empresa opere dentro de padrões de alto rigor técnico. 

Para que isso se concretize, não basta apenas o comprometimento com as diretrizes. Como, então, são criados parâmetros que determinem com eficácia se os colaboradores da empresa estão ou não dentro dos patamares de qualidade total? É aí que entra a importância da ISO 9001, uma vez que ela é a norma que atesta a padronização. 

Uma empresa que adota as normas da ISO agrega mais organização, produtividade e credibilidade ao seu nome, o que aumenta consideravelmente sua competitividade no mercado nacional e internacional. Além disso, a empresa mostra aos seus funcionários que realmente está preocupada com o futuro e não deseja ficar parada no mercado, visando melhorias contínuas. Vale ressaltar que isso também incentiva o profissional a trabalhar melhor, rever seus conceitos e abraçar as mudanças indicadas pela certificação. 

Profissionais focados e totalmente comprometidos com a causa é um diferencial importante, uma vez que a motivação dos mesmos reflete diretamente nos serviços prestados pela empresa, garantindo ainda mais satisfação dos nossos clientes.

Para nós, obter a certificação nada mais é do que o resultado do esforço contínuo que temos desde o início de nossas operações, toda dedicação, trabalho e investimento valeram muito a pena quando vimos os efeitos em nossos produtos finais. 

Agora, você cliente, mais do que nunca tem a certeza que pode contar com uma empresa que segue padrões nacionais e internacionais em seus processos, destacando-se em meio a milhões de empresas que focam apenas na quantidade de serviços prestados e não na qualidade. 

Quer saber ainda mais sobre a norma? Veja em: http://certificacaoiso.com.br/iso-9001

Se você deseja saber mais sobre os nossos serviços e nossa empresa não hesite em nos contatar. Fale conosco através de nossos telefones agora mesmo ou preencha o formulário de contato e em breve retornaremos a você.

Ver mais
+55 34 3814-2719 Ligue e faça uma cotação
Twitter Google + Facebook

Acompanhe-nos

Empresa Transmáquinas

MATRIZ
Rua : Estrada Canavial 100
Cep :38706-316
Patos de Minas -Minas Gerais - Brasil

Email:contato@transmaquinas.com.br
Telefone:+55 (34) 3814-2719


©2013 Grupo Transmáquinas / Política de Privacidade - Padrão de Referência em Guindastes

Desenvolvido por Mazag Marketing Digital